Só para eles

Não é novidade que o segmento da beleza tem lançado cada vez mais seu foco no universo masculino. O mercado brasileiro de produtos de higiene masculina, por exemplo, teria movimentado algo em torno de US$ 5 bilhões em 2015, segundo previsão da empresa de pesquisa Euromonitor International. Além de as gôndolas de cosméticos registrarem um aquecimento contínuo com as novidades para esse segmento, há que se computar a expansão das barbearias, que, por sua vez, têm agregado serviços diferenciados – como maquiagem e até clínicas especializadas em implante de barba.
E não para por aí. Grandes nomes, como Tom Ford, Marc Jacobs e outros, lançaram linhas especiais com produtos que são os novos aliados da beleza masculina. Já a marca de cosméticos Maybelline elegeu pela primeira vez um homem – o youtuber Manny Gutierrez – para ser porta-voz de sua nova linha de maquiagem, lançada em janeiro último. Outras marcas, como a Covergirl e a L’Óreal, já haviam apostado em embaixadores e garotos-propagandas em suas campanhas, mostrando que maquiagem pode – e deve – ser feita pensando-se também nos homens.
Manny Gutierrez
Quem compartilha da ideia de que maquiagem é para todo mundo é o stylist João Paulo Durão. Por ele ter a pele muito rosada, produtos de correção o ajudam a igualar o tom na face e a esconder algumas imperfeições. “Uso basicamente quando saio à noite, para uma balada, um jantar ou algum evento. De dia, só uso um BB cream para uniformizar o tom de pele e um protetor facial, antes de tudo”, conta.
O stylist João Paulo Durão mostra os produtos usados para maquiagem
No espelho, João não dispensa água termal para hidratar a pele e explora técnicas de contornos faciais como a marcação de nariz e bochecha. “Finalizo com pó compacto, passo rímel transparente nos cílios e nas sobrancelhas, penteando-as para cima. E passo um pouco de água termal no fim, para dar um toque mais natural”, ensina. “Os ângulos do rosto ficam mais marcados, principalmente o nariz, que fica um pouco mais fino e reto”, finaliza.
Mesmo que o preconceito e a resistência ainda vigorem, a ideia da maquiagem não é propriamente nova. Habitual em backstages de desfiles, também já foi utilizada de forma artística por ícones da música, como David Bowie, Kurt Cobain e Brandon Flowers – e, por isso, não precisaria, nos dias atuais, causar tanta resistência entre os próprios homens. “Uso porque quero e gosto mesmo. Faço para mim e por mim. Todo mundo deveria poder fazer o que bem quer, sem precisar se preocupar com o que os outros vão achar”, pondera João Paulo.

Nécessaire. Em vez de batons, sombras e delineadores usados em produções mais artísticas, os produtos masculinos ainda são discretos e se resumem basicamente à base, pó compacto e corretivo. Edimar Torres, dono da Barbearia Torres, em Belo Horizonte, aponta uma mudança sutil de comportamento na busca pela beleza. “Os homens têm-se sentido cada vez mais à vontade para compartilhar a vaidade”, acredita. Entretanto, a maquiagem masculina, que está disponível no menu de serviços da barbearia, ainda é mais procurada pelos que desejam dar um “up” no visual em uma ocasião especial, como um Dia do Noivo.
“Realizamos uma beleza mais corretiva. Usamos a base para suavizar as manchas, o pó para tirar o brilho, e nada é carregado. Tudo bem sutil. O tempo também é mais curto: uma maquiagem nos homens dura de cinco a dez minutos”, finaliza.

Por Lorena K. Martins

(Jornal O Tempo- Matéria retirada do link http://www.otempo.com.br/interessa/pandora/s%C3%B3-para-eles-1.1452240)
 Postado por Gleidson Alvarenga

0 Response to " Só para eles "

Postar um comentário

powered by Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme